Gênero: Plataforma/Aventura.
Ano de Lançamento: 2008.
Pois é, pessoal. Quem é vivo sempre aparece, ou some por alguns anos e depois volta repentinamente, haha. O blog está voltando aos poucos e como eu havia prometido, irei fazer análises não só de Super Nintendo, mas também de outros consoles (o foco ainda será o SNES).
Enfim, o jogo de hoje se trata de um da série Castlevania que foi lançado para o DS, o Order of Eclesia. Neste jogo você controla Shanoa, uma jovem moça que tem um talento especial, ela absorve habilidades através de suas tatuagens. (GLYPHS), as "glyphs", podem ser usadas separadamente e no total, você pode usar até 3, sendo que cada uma reproduz uma arma diferente do game. A história do game é a seguinte: Shanoa faz parte de Eclesia, um grupo determinado a exterminar o Conde, pois os Belmonts estão sumidos. O lider do grupo, chamado Albus, acredita que Shanoa possa ser a chave para derrotar o Conde e acabar com seu reinado.
Com o passar das fases, você percebe que o jogo mantem um certo padrão: passe a fase, capture glyphs, ganhe EXP e dinheiro. Outra coisa que quem já conhece a série vai perceber é que a dificuldade nesse jogo foi bastante elevada, o que pode causar uma irritação grande com quem está jogando, mas nada que uma boa dedicação não resolva.
Prós: Gráficos, jogabilidade.
Contras: Dificuldade elevada.
Nota Final: 7,0. É um bom jogo, que causa aquele saudosismo em quem curte os títulos anteriores da série, mas toda essa onda de pontuação, EXP me irrita um pouco. No mais, é um jogo divertido que pode agradar os mais saudosistas e os mais "modernos".
Por: Planeta Snes quarta-feira, maio 31, 2017 1 Comentario | As
Leia Mais..
Gênero: Plataforma.
Ano de Lançamento: 1995.
O jogo se passa na época medieval da Transilvânia. Cem anos passaram-se desde que o herói lendário Simon Belmont derrotou o maléfico Conde Drácula e o aprisionou, mas alguns indivíduos ressuscitaram o Príncipe das Trevas à sua forma antiga. Assim que toma conhecimento disto, Richter pega o chicote sagrado de seu ancestral, passado por anos de pai para filho e parte em viagem ao castelo do DráculaLogo de cara você vai ficar impressionado com os gráficos, mas depois vem uma grande frustração o controle que na versão anterior era perfeito foi modificado.Você não poderá mais chicotear na diagonal, e o botão para usar a armar especial não é mais no L e R você tem que apertar diagonal + Y, ou seja se você tiver em uma escada e precisar usar uma arma especial você está ferrado.
Prós: Gráficos excelentes e trilhas sonoras.
Contra: Acabaram com os controles que eram perfeitos na versão anterior.
Nota Final: 8,0. Castlevania é uma das minhas franquias favoritas, mas se você se acostumou com a perfeição dos controles do jogo anterior (Super Castlevania IV), com toda certeza ira ter uma pequena frustração com esse jogo, mas fora isso é um jogo excelente.
Por: Planeta Snes segunda-feira, janeiro 04, 2016 1 Comentario | As
Leia Mais..

Gênero: Luta.
Ano de Lançamento: 1994.
Olha só quem está de volta, surgindo dos confins da internet. Vamos todos comemorar !. 
Enfim, aqui estou, trazendo mais uma análise para vocês. Desta vez o jogo escolhido foi: Brutal: Paws of Fury, então vamos partir pra o que interessa, a análise !
O jogo em questão é bem diferente, me lembro bem que adorava joga-lo quando criança. A temática do jogo obviamente é a luta, mas aqui os personagens são animais, mas  cada animal tem um determinado estilo de luta. Os personagens são: Kung Fu Bunny, Prince Leon of Kenya, Rehi Rat, Tai Cheetah, Kendo Coyote, Foxy Roxy, Ivan the Bear, Panthra, Karate Croc e Dalai Llama. O mais legal é que a cada luta seu personagem vai evoluindo, aprendendo novos golpes e também evoluindo de faixa, até se tornar o mestre faixa preta.
Prós: Boa jogabilidade, bons gráficos.
Contra: Dificuldade elevada.
Nota final: 8,0 Um bom jogo de luta, bastante divertido e bom para passar o tempo, mas a dificuldade elevada atrapalha, principalmente para mandar os combos.
Por: Planeta Snes quarta-feira, agosto 12, 2015 Comentarios | As
Leia Mais..
Pois é pessoal, o blog voltou e dessa vez pra ficar (eu espero). E com essa volta estou pensando em trazer novidades, é novidades ! "cara ninguém liga"...
Então, estou pensando em trazer análises de jogos de outros consoles, como: Nintendo DS, Gameboy, até mesmo PS1 ou PS2, calma, não vai ter nada da nova  geração, até porque eu não possuo novos consoles, claro que não é nada definitivo ainda, vai depender da opinião de vocês. :)
Por: Planeta Snes sexta-feira, janeiro 30, 2015 7 Comentarios | As
Leia Mais..

Deixarei vocês com este vídeo do canal: Bitlandia, é um vídeo bastante interessante e explicativo, vale a pena dar uma olhada. ;)
Por: Planeta Snes quarta-feira, janeiro 28, 2015 1 Comentario | As
Leia Mais..
Gênero: Ação.
Ano de Lançamento: 1992.
Esse é um dos jogos mais bisonhos que já vi, serio. De cara você já começa em uma nave, repleta de inimigos, você está no controle de Wolfchild, que tem o poder de se transformar em lobo, para isso acontecer bastar completar toda sua energia, mas a unica real diferença é que como lobo você pode fazer uso de magias.
A jogabilidade é bem limitada, poucos golpes e movimentação ruim, mas por outro lado os gráficos são bem legais e obscuros, coisa que remete um certo clima de terror.
Prós: Gráficos.
Contra: Jogabilidade fraquíssima.
Nota Final: 3,0 Um jogo com um conceito até que interessante, mas eles poderiam ter caprichado mais na jogabilidade.
Por: Planeta Snes segunda-feira, abril 14, 2014 | As
Leia Mais..

Buscar